Testo


"Permaneçam unos com a vossa Essência Espiritual.
Somente Ela, poderá mostrar-lhes os novos rumos a serem seguidos por cada um!"

Bem Vindos ao Portal Arco Íris - Confederação Intergaláctica

sábado, 12 de novembro de 2016

MERKABAH - VEÍCULO DE ASCENSÃO




MERKABAH - VEÍCULO DE ASCENSÃO

Drunvalo Melchizedek, afirma que as primeiras oito células do nosso ser, de todos os seres celulares, formam a estrela tetraédrica, e as originais oito células permanecem na base da espinha. Em seus livros, o pesquisador e físico Drunvalo Melchizedek descreve a figura como um "Star Tetrahedron", pois isso pode ser visto como uma estrela de David tridimensional.


Drunvalo Melchizedek fala sobre a Mer-Ka-Ba como um veículo que permite uma pessoa subir ou descer à mundos superiores ou inferiores. Mas na verdade, o Mer-Ka-ba é muito mais que um veículo de ascensão. Pode ser, realmente, qualquer coisa – uma vez que é o padrão primitivo que criou todas as coisas e todos os universos, visíveis e invisíveis.


A Merkabah aparece quando conseguimos transmutar o nosso corpo para o corpo de luz da quarta dimensão, ao chegarmos pelo menos ao décimo terceiro chacra. Este chacra aberto corresponde à capacidade de materialização de espíritos e objetos, ao teletransporte. Alguns acham que Da Vinci fez o Homem Vitruviano com inspiração na Merkabah, ou mesmo inconscientemente reproduziu suas proporções geométricas. Mais recentemente, encontraram círculos nas plantações da Inglaterra com figuras geométricas proporcionais à Merkabah.
  A Merkabah é uma estrela de Davi na terceira dimensão, dois tetraedros (pirâmides), um de cabeça para cima e outro de cabeça para baixo. O hexagrama é o símbolo da criação divina. Quando acendemos a centelha divina dentro de nós, quando chegamos ao décimo terceiro chacra, se conseguimos fazer materialização de objetos e espíritos, então conseguimos co-criar com Deus. Será que este conceito é tão louco assim?


Em "O Segredo de Shambala" de James Redfield, na sua série da Profecia Celestina, o personagem da famosa série vai parar em Shambala, a mítica cidade da quarta dimensão, paradisíaca, que abriga uma humanidade que já tem corpos feitos de uma constituição mais sutil e todos ali conseguem fazer materialização e teletransporte. O próprio personagem principal do livro, no final, consegue fazer seu próprio teletransporte de Shambala até o local onde ele morava em outro país.


Acredita-se que conseguiremos chegar ao mundo da quarta dimensão, onde poderemos nos curar das doenças físicas e psicológicas. Depois disto, com a abertura deste chacra, já seríamos capazes de materializar objetos e de fazermos teletransporte. O alimento não seria mais tanto matéria, mas a energia espiritual.


No espiritismo de Kardec, já existem pessoas que fazem materialização de espíritos há muito tempo. Estas mesmas pessoas provavelmente também são capazes de fazer materialização de objetos e de se teletransportarem. Há relatos do século XIX de pessoas que tinham esta capacidade. O físico William Crookes que inventou a ampola de Crookes (vulgo fusível que é o precursor da lâmpada elétrica, estava presente nos rádios antigos, nas televisões) fez um trabalho científico que foi publicado sobre materialização de espíritos.


Da Wikipedia: "Merkabah é uma tradição mística da cabala que retrata o Merkabah ou Trono ou Carro de Deus, que podia subir ou descer através de diferentes câmaras ou palácios celestiais conhecidos como Hekhalot - o último deles revelava a divina Glória de Deus. Durante o período do Segundo Templo, a Visão de Ezequiel foi interpretada como um vôo místico para o céu, e os místicos cabalistas desenvolveram uma técnica para usar o símbolo do Merkabah como ponto focal da meditação.


O místico faria uma viagem interior para os sete palácios e usaria os nomes mágicos secretos para garantir uma passagem segura por cada um deles. Até bem recentemente, esses procedimentos e fórmulas místicas só eram conhecidos pelos estudiosos da Cabala. Contudo, os textos relevantes do Hekhalot Maior - o principal trabalho dos místicos do Merkabah - foram publicados em inglês no importante livro intitulado "Meditation and Kabbalah" (1982), da autoria de Aryeh Kaplan." Isto é lógico, porque os chacras tem correspondência às Sephiroths da cabala.

"A Palavra “Merkabah” é composta por três palavras menores:



1. MER refere-se a um tipo muito especial de luz – um campo de luz induzido (ou eletromagnético), cuja descoberta remonta ao antigo Egito, durante a Décima Oitava Dinastia, com o estabelecimento de novas orientações da religião voltada ao culto do Deus Único. “Mer” era vista como campos de luz rotatórios girando em sentidos opostos no mesmo espaço. Estes campos são gerados a través de técnicas específicas.


2. KA refere-se ao espírito individual


3. BAH refere-se à interpretação espiritual de uma determinada realidade particular. Na realidade humana terrestre, “Bah” está normalmente associado ao corpo físico, alma ou realidade física. Em realidades em que os espíritos não têm corpos, “Bah” refere-se aos conceitos ou interpretações da realidade nos reinos específicos em que vivem.

Portanto, Merkabah é o veículo de luz que transporta o espírito, a mente e o corpo para acessar e experimentar outros planos de realidade ou de potenciais de vida mais elevados. Podemos classificá-lo como um veículo interdimensional. Os antigos cabalistas conheciam-no como “a carruagem de Deus”, sendo uma referência ao veículo de luz ao qual o ser humano tem acesso, capaz de transportar o espírito (e, em estágios mais avançados, até o corpo físico) para outras dimensões.


Com a ativação da Merkabah, as pessoas passam a aprender mais sobre si mesmas e a conectar-se com seu Eu Superior. Assim, com a Merkabah ativada, começamos a vivenciar níveis de consciência mais elevados. A Merkabah é uma ferramenta que ajuda os seres humanos a expressarem todo o seu potencial. É um campo de energia cristalina que alinha simultaneamente o corpo, a mente e o espírito. Este campo estende-se em torno do corpo humano a distâncias variadas, podendo chegar até aproximadamente 15m, girando a velocidades às vezes maiores que a velocidade da luz.


Na maioria das pessoas, este campo funciona muito lentamente ou então se encontra inteiramente parado devido à falta de uso. A Merkabah completamente ativada assemelha-se à estrutura de uma galáxia ou um Ovni. Através do Amor Divino e do uso de certas técnicas, podemos reativar esse campo vital de luz em torno de nossos corpos. Sem Amor Incondicional, a Merkabah é apenas uma máquina que não chega a permitir que o espírito criador retorne para casa e alcance altos níveis de consciência.


Através de estudos dos ensinamentos sagrados de Lemúria, Atlântida e antigo Egito, unificados aos conhecimentos e estudos da Física Quântica e da Geometria Sagrada, foi possível a descoberta deste poderoso conjunto de técnicas que possibilitam alcançar a ativação completa do corpo ou veículo de luz, juntamente com a abertura do chacra cardíaco e o ancoramento das vibrações do Amor Incondicional. Com isto adquirimos a capacidade de fazer uma limpeza dos canais energéticos sutis de nossos corpos, ampliando e expandindo nossa consciência.


Pela geometria sagrada, trazemos à consciência a existência de vários campos magnéticos que circundam nossos corpos (um deles é o campo formado pela estrela tetraédrica), e através da ativação da Merkabah, conseguimos acessar estes campos e projetar nosso ser para outras dimensões. A Merkabah capacita-nos a experimentar plenamente a expansão consciencial, conectando-nos com nossos potenciais mais elevados e restaurando o acesso e a memória das infinitas possibilidades do nosso ser.

Drunvalo Melchizedek autor dos livros O Antigo Segredo da Flor da Vida vol. I e II

fonte:portalarcoiris.ning.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...